O que é a RETINITE PIGMENTOSA

A retinite pigmentosa é um tipo de degeneração da retina que leva à perda da visão. Pacientes afetados sentem, inicialmente, cegueira noturna seguida de redução do campo visual. Muitas pessoas com retinite pigmentosa não ficam cegas até os 50 anos e alguns permanecem com parte da visão a vida toda.
Mais de 20 milhões de pessoas ao redor do mundo são cegas ou estão em risco de ficar por causa de doenças degenerativas que afetam a retina, como a degeneração macular e a retinite pigmentosa. Nos olhos saudáveis, quando uma imagem entra na retina, ela é transformada em padrões de impulsos elétricos, que são transportados ao cérebro pelos neurônios da região. Nessas doenças, as células responsáveis por fazer essa tradução, os fotorreceptores, estão danificadas. Enquanto isso, as outras células ficam intactas.

As próteses fazem uso dessa característica ao contornar o tecido danificado e providenciar estímulo direto às células que sobreviveram. O que os pesquisadores da Universidade de Cornell fizeram foi entender o código usado para dirigir a tradução das imagens em impulsos elétricos e construir uma prótese capaz de imitar o processo.

Ao usar o dispositivo, ratos cegos, conseguiram transmitir as informações visuais de modo correto em 90% das vezes. Com as próteses, os animais foram capazes de discernir traços faciais e rastrear visualmente uma imagem. De acordo com os autores, essa pesquisa deve levar, no futuro, ao desenvolvimento de uma prótese de retina efetiva para uso em humanos.

Fonte: Veja

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação

CAPTCHA
Escreva o resultado da operação matemática abaixo para prosseguir:
3 + 13 =
Escreva o resultado da soma... ex. 4 + 2 = 6