ATENÇÃO

O diagnóstico precoce é muito importante para o sucesso no tratamento do glaucoma.

Clique aqui e conheça os seus direitos

Evolução do campo visual - Clique aqui

 Diagnóstico

O diagnóstico deve ser realizado o mais cedo possível, para que se possa iniciar o tratamento, cujo objetivo principal é reduzir a pressão intra-ocular, interrompendo a lesão do nervo óptico.

Como na maioria dos casos de glaucoma não temos sintomas específicos, geralmente o diagnóstico é feito em consultas oftalmológicas de rotina.

Aproximadamente 1% da população acima de 40 anos é portadora desta doença e nas faixas etárias maiores este percentual aumenta consideravelmente.

É muito importante as pessoas ficarem atentas se não fazem parte do grupo de risco. O seu médico oftalmologista tem as ferramentas diagnósticas necessárias para determinar se você tem ou não glaucoma ou risco para tal, mesmo antes de aparecerem os sintomas.

A seguir descreveremos os principais exames feitos pelo oftalmologista para detectar a presença, o tipo e a gravidade do glaucoma.

Tonometria

TonometriaO tonômetro é o aparelho que mede a pressão intra-ocular. Se o médico usa um tonômetro de aplanação seu olho será anestesiado com colírio antes da medição. Você sentara junto ao aparelho conhecido como lâmpada de fenda e um pequeno prisma plástico tocará levemente seu olho a fim de realizar a medição. Um tonômetro de ar dispara um jato pequeno de ar na direção do olho e mede assim a pressão não necessitando anestesia pois não há contato direto com seu olho.

Os valores denominados normais variam entre 10 e 19 mmHg. Acima de 20 mmHg é considerado hipertensão ocular, podendo ou não ser considerado glaucoma, de acordo com a alteração ou não do campo visual e papila óptica.

Campimetria

Este teste permite ao seu médico avaliar como e se o glaucoma afetou seu campo de visão. O teste de campo visual é uma importante ferramenta que permite avaliar a extensão do dano sobre as fibras nervosas do nervo óptico.

Campimetria

Existem diversos aparelhos que permitem este exame.

Na campimetria computadorizada você será solicitado a permanecer com o rosto apoiado em um apoio e a olhar fixamente para uma luz piloto. Cada vez que outras luzes aparecerem na sua frente você deverá acionar um botão, informando o computador que você a viu. Dessa forma, ao final do teste, seu médico receberá um gráfico ilustrativo do seu campo visual. O perímetro de Goldmman também realiza esta tarefa, porem sem a utilização de um computador. redução periférica ou central ou ambas, induzirá à uma falha ou alteração no gráfico.

Oftalmoscopia

Exame do fundo do olhoO exame de fundo do olho como é conhecida popularmente a oftalmoscopia, permite que o seu medico visualize diretamente através da pupila o aspecto do nervo óptico. A sua coloração e aparência podem indicar se há ou não dano relacionado ao glaucoma e qual a extensão deste.

Gonioscopia

É o exame no qual se capta a sensibilidade das áreas visuais de cada olho através de um gráfico. A redução periférica ou central ou ambas, induzirá à uma falha ou alteração no gráfico.

Este exame pode prever com alguma antecedência um ataque agudo de glaucoma de ângulo fechado. Uma lente especial contendo alguns espelhos é colocada a frente do olho do paciente, permitindo a visualização do ângulo.

  • Ir para a próxima página (Tratamento)
  • Ir para o menu de navegação
  • Ir para a página anterior (Faixa de risco)

Copyright 2007 VEJAM.COM.BR vejam@vejam.com.br

Desenvolvido por VIRTUAL E DIGITAL