A maconha e o glaucoma

Os defensores do uso medicinal da maconha citam a evidência que os produtos derivados da erva podem baixar a pressão intra-ocular nas pessoas com glaucoma.

Tais produtos são razoavelmente eficazes em relação a outros tratamentos mais seguros e disponíveis. A dose elevada da maconha necessária para produzir um efeito clinica relevante para baixar a PIO, num intervalo curto de tempo requer o uso constante, tanto a cada três horas. O número dos efeitos colaterais significativos gerados pelo uso oral a longo prazo da maconha ou o uso a longo prazo do fumo da maconha fazem com que esta seja uma escolha errada no tratamento do glaucoma, uma doença crônica que requer o tratamento aprovado e eficaz.

Atualmente, a maconha é designada como a droga da programação (as drogas que têm um potencial elevado após o uso e nenhuma aplicação médica ou valor terapêutico provado). A única marijuana aprovada atualmente para o uso médico é Marinol, uma forma sintética do componente - o mais ativo da maconha - o tetrahidrocanabinol (THC), que não estão prontamente disponíveis e cujos os efeitos no glaucoma não são expressivos. Foi desenvolvido como um antiemético (um agente que reduzisse o náusea adquirida em tratamentos do quimioterapia), que pudesse ser feito uso oral em forma da cápsula.

Para ressaltar, nenhum estudo mostrou que a maconha - ou algum de seus aproximadamente 400 componentes químicos – pode, com segurança e eficácia, baixar a pressão intra-ocular, bem como alguma dentre as variadas drogas atualmente no mercado. A maioria das pesquisas a respeito do uso da maconha ocorreram antes que alguns dos tratamentos atuais com poucos efeitos colaterais estivessem disponíveis. Efeitos colaterais, como aumento do bombeamento no coração e da pressão arterial, foram relatados nos pacientes que utilizaram o fumo da erva. Atualmente, não há nenhum estudo da NEI, nos Estados Unidos, a respeito do uso da maconha para o benefício no tratamento do glaucoma.

Comentários

O TODO

O Problema das ervas é que elas contém centenas de químicos beneficos e malefício, pois a natureza não oferece só o bom, fornece o necessário para sua própria subsistência, cabe ao intelecto humano raciocinar e descobrir como usar o que a natureza oferece con o mínimo de risco possível.

desinformaçao seletiva

Marinol nada mais é do que maconha sintética.A diferença esta apenas na forma em que se produz cada uma,onde uma é na terra e a outra em laboratório.
É muito simples entender pq querem vender marinol como sendo a melhor alternativa do que uso da planta propriamente dita.Se vc tem a semente,e a lei ao seu favor,vc planta,gastando apenas terra,água e sol(qualquer um pode fazer seu próprio medicamento).Agora com o marinol,vc precisa da industria farmacêutica,e logico,precisa compra-lo.Toda essa história sobre o marinol ser melhor q a planta não passa de um jogo de marketing das industrias farmacêuticas para obter mais lucro.E foi citado efeitos colaterais do uso da maconha,mais afinal,quais efeitos são esses?Marinol e a maconha(planta) produzem os mesmos efeitos.E aquela história antiga,q o ato de fumar maconha causa câncer,hoje em dia só fuma quem quer.Já temos disponível no mercado vaporizadores,q já é comprovado não causar mal.Mesmo para os q tem duvida,o uso da planta não se baseia apenas em no ato de fumar.
Varias pessoas(países legalizados) fazem produtos comestíveis a base da planta,fazem óleos para uso tópico entre outros produtos.

é MEntira nos EUA se receita

é MEntira nos EUA se receita maconha para quem em glaucoma .

e verdade q e mentira....

la eles indicam mesmo maconha para tratamento de glaucoma, eu ja estou fazendo meu tratamento preventivo aqui e sei q nunca vou ter glaucoma, problemas de respiracao ja nao tenho tanta certeza !!!!!!!!!!!!!!

maconha.

a marijona e sim um bom produto para determinados tratamento ,por exemplo adrenalina,alta estima,alegria,bom humor faz mexer com milhares de músculos no nosso corpo porque? porque faz agente sorri e rir da cara da tristeza careta. conclusão a marijuana para nos que a tanto aprecia e uma boa pessoa no singular. literalmente falando.